Jesus existiu? Será que isso é importante...

Seu tataravô existiu?

Bom, é provável que sim, afinal de contas a sua avó nasceu da filha dele.

Que lembrança você tem do seu tataravô (avô do seu avô). Provavelmente nenhuma, raríssimas são as pessoas que chegam a interagir com tantas gerações de ancestrais.

O fato de você não conhecê-lo, não muda a sua vida, certo? E olha que ele possivelmente morreu pouco tempo antes de você nascer...

Por uma ordem natural da vida, se nasceu alguém, é porque alguém existiu... Então esta lógica é inútil, tão inútil quanto a existência do seu tataravô para você!

Vamos lá, Jesus existiu?

Vou ser chato e responder: INDIFERENTE!

Antes de explicar, vamos aos fatos mais conhecidos:

Assim sendo, como disse, acreditar na existência de Jesus Cristo volta a ser um tema único e exclusivo de fé.

O fato de ele ter existido ou não, é nada relevante. Porque o que ficou foi a filosofia de vida que temos até hoje por conta da estória de Jesus Cristo. 

Ou seja, mesmo que seja um conto de fadas, já mudou de maneira significativa a forma que enxergamos o mundo e a nossa vida. 

A mesma coisa se aplica para Buda, por exemplo. Se ele existiu ou não, o que importa - milhares de anos depois - é que mudamos nossa forma de viver por conta dele, ou das coisas atribuídas a ele.

Mas o que isso tem a ver com seu tataravô?

Bom, como disse, a existência do seu tataravô só é relevante para você porque ele te passou o DNA dele - o que pode ser má notícia se ele era diabético ou sofreu de alzheimer. Fora isso, a existência dele para você é IRRELEVANTE!

Se ele foi um assassino, um chefe de estado, Tomas Edison ou Jesus Cristo... não muda nada. Zero.

Se a existência de alguém tão "próximo" é irrelevante, por que a de Jesus seria?

Por motivo nenhum. 

Se realmente ele viveu e contou todas as peripécias bíblicas, ou se se alguém inventou tudo aquilo é INDIFERENTE!

Quer você acredite em Deus ou não, o fato é que nosso passado e futuro já foram alterados pelas escrituras.

Para concluir...

Jesus de Nazaré é possível, Jesus Cristo é improvável. Ou seja, dificilmente será provada. E, por fim, é sua existência, de fato,inócuo.

Se você tem fé em Deus, tudo isso é, assim como é para O Apateísta, absolutamente indiferente!








Comentários

  1. olá, gostaria de saber quem é o autor do texto e do blog... sou apateísta também, mas "novo convertido" rsrs e adoraria trocar ideias. Meu email é eliasbrown01@gmail.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O que é apateísmo, na prática?

O apateismo (ou a hipocrisia) é a principal religião do Brasil

A chance de Deus existir é igual a de vivermos no Matrix